16 fevereiro 2011

A IMPORTÂNCIA DO PENTATEUCO

Olá Pessoal nesta materia estarei comentando em poucas palavras o que significa e a importância do Pentateuco dentro da historicidade biblica, espero que vocês gostem e deixem seus comentários.
 
A palavra Pentateuco significa cinco volumes, são os primeiros cinco livros das sagradas escrituras. Os Judeus chamavam-lhe a “LEI” ou “TORÁ”, ou os cinco quinto da lei, ou simplesmente os quintos.
Sua autoria é atribuída a Moises por varias tradições tanto judaicas, cristãs como ou outras teses tida cristãs.

A própria historicidade bíblica confirma a sua autoria mosaica com vemos em nos registros de (Ex: 17.14;24.3-7; Nm: 1. 7-8) A tradição pagã segue naturalmente a judaica, que são aceitas sem contestação por Tárcito, Juvenal, Maomé e outros.
O próprio Jesus Cristo e seus apóstolos são concordantes nas referências que fazem á origem mosaica do Pentateuco (Jo: 1.17; 5.45-47; 7.19-23). 

O Pentateuco também tem o apoio da arqueologia, que através de diversas evidências dão total apoio aos relatos de Moises, todos se encaixando na Bíblia e muitas em flagrantes contradições à teoria crítica da origem dos documentos. Nosso Senhor Jesus Cristo referiu-se pessoalmente ao Pentateuco como sendo obra de Moises.

A origem mosaica dos cinco livros implica a sua unidade essencial, pois qualquer que sejam as fontes, mais remota, ou mais recente, desta ou daquela parte dos anais, pois o historiador divinamente inspirado e legislador do povo hebreu, fundiu toda sua narrativa, numa só obra.
No  Pentateuco, portanto, temos um introdução verdadeira e lógica de toda a Bíblia, e um tipo, uma epítome da revelação divina.

A importância do Pentateuco é muito significativa dentro da narrativa bíblica, nele está inserida a Criação e em seguida vem a narração do dilúvio; então a propagação das nações e depois a história dos patriarcas.

No livro do Êxodo, ficamos sabendo como o povo de Israel terminou escravizando no Egito, e como, após vários séculos, por instrumentalidade de Moisés, os Israelitas foram libertos do Egito. Os livros Números são detalhados a história das vagueações de Israel pelo deserto, onde também encontramos a introdução das instituições que se tornaram o alicerce da nação Hebréia.

O livro de Levítico não inclui muito desses elementos de narrativa, embora tenhamos ali os relatos sobre os pecados rituais de Nadabe e Abiú, filhos de Aarão. Esse livro reinicia a história onde ela fora deixada pelo livro de Êxodo, com Israel estacionado no deserto do Sinai. E então, é dito como os israelitas organizaram seus exércitos para a conquista da Terra prometida. O trecho de números: 9.1 conta a história da primeira páscoa e o relato dos espias que arma o palco para a conquista da Terra Prometida, mas isso foi seguido por trinta e oito anos de vagueação, devido a covardia de fé da parte de Israel.

Aí, pois encontramos uma grande lição moral objetiva, há coisas de grandes valores, que podemos perder, por falta de coragem espiritual. Os capítulos 26-36 de Números falam sobre os preparativos para a conquista da terra prometida.    

A importância histórica do Pentateuco, é inequívoca, pois relata questões baseadas em fatos históricos genuínos, não se trata, contudo, de uma história completa dos tempos historiados, mas enfatiza certos eventos que são importantes para compreendermos a história relativa à fé judaica cristã. O período patriarcal tem sido ricamente ilustrado pela arqueologia.

O registro do Pentateuco sobre os primórdios do homem e como se propagou subseqüentemente, limitam-se as áreas em torno das quais gira o relato bíblico, e não pretende falar sobre raças que não pertenciam àquelas áreas, embora alguns tentem injetar isso no registro sagrado.

Mas, quanto ao surgimento e propagação da civilização, naquelas regiões do mundo, o Pentateuco reveste-se de grande importância histórica. Seu relato sobre o dilúvio recebeu subsidio de outros antigos relatos, sendo confirmado por descobertas geográficas e arqueológicas modernas.

Apesar de datas exatas e detalhadas estarem em dúvida, a narrativa do Pentateuco sobre as jornadas de Israel no Egito e depois do Êxodo, além da consubstanciada por outras fontes informativas, tanto literárias quanto arqueológicas.

Por: Fábbio Xavier
Teólogo e Graduando em História
Fonte: IBCAMP-GO

2 comentários:

adoradora 24 de fevereiro de 2011 12:46  

Está Lindo Fábbio, Continue Assim. DEUS Ti Abençõe.

FABBIO XAVIER 1 de março de 2011 11:24  

Obrigado Adoradora que Deus te abençoe também bjs

Copyright © 2008 – 2013 História Nova em Foco Todos os Direitos Reservados a Fábbio Xavier


  © Blogger templates Newspaper III by Ourblogtemplates.com 2008

Back to TOP